Ossos da mão - hand's bones - Nutrigenes

Vitamina K2 proporciona saúde óssea e do coração

Vitamina K2, chamada de Menaquinona, é encontrada em alimentos fermentados. Ela também é produzida naturalmente no intestino pela microbiota.

O problema é que com o passar dos anos, a quantidade desta vitamina fabricada tende a não ser suficiente. É quando isso ocorre que a saúde dos ossos e do coração pode ser colocada em risco.

No organismo, a Vitamina K2 participa do processo de fixação do Cálcio na massa óssea. Dessa forma, os ossos são fortalecidos ao mesmo tempo em que são evitadas a calcificação das articulações (artrose) e dos vasos sanguíneos (aterosclerose).

Portanto, a Vitamina K2 é aliada da saúde vascular, melhorando a circulação e ajudando a impedir que o coração fique “sobrecarregado”.

E os benefícios continuam. Há estudos que defendem a tese de que o uso contínuo desta vitamina tem condições de reduzir a incidência de cálculos renais e vesiculares. A prevenção de catarata nos olhos por meio da  K2, da mesma forma é relatada.

Diabetes

Balanço divulgado mês passado pelo Ministério da Saúde aponta que somados os anos de 2010 a 2016, 406.452 pessoas morreram vítimas da diabetes, no Brasil. E os casos da doença só aumentam. Enquanto apenas em 2010 foram registrados 54.877 óbitos, em 2016 foram 61.398.

O problema, porém, não é exclusivo do brasileiro. Em todo o mundo, aproximadamente 425 milhões de pessoas convivem com a doença.

É diante deste cenário que a Vitamina K2 desempenha um papel importante. Pesquisas mostram que ela pode favorecer a produção de insulina, impedindo que o corpo fique resistente a este hormônio.

Seis razões para a Vitamina K2 fazer parte de seu dia a dia:
  • Atenua a incidência de pressão alta.
  • Contribui para controlar os níveis de colesterol.
  • Auxilia no tratamento da osteoporose. Faz bem para saúde dos ossos.
  • Melhora a circulação sanguínea nos tecidos. Assim, favorece a saúde cardiovascular.
  • Diminui a incidência de cálculo renal e vesicular.
  • Ajuda a prevenir o surgimento de diabetes.

Assine nossa newsletter para receber dicas, informações, vídeos e entrevistas diretamente em seu email!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *