Suplemento Alimentar ou Nutracêutico?

SUPLEMENTO ALIMENTAR OU NUTRACÊUTICO?

 

Nutracêuticos podem ser definidos como “suplementos alimentares que contêm a forma

concentrada de um composto bioativo de alimento, apresentado separadamente da matriz

alimentar e utilizado com a finalidade de melhorar a saúde, em doses que excedem aquelas

que poderiam ser obtidas de alimentos”. Desta forma, pode-se concluir que os suplementos

alimentares, por conter um dado nutriente (Composto Bioativo, também chamado de CB), em

concentração maior do que a encontrada no alimento, é um Nutracêutico.

 

Como se pode notar, o termo nutracêutico, evidencia que os alimentos podem atuar como

medicamentos, resgatando os conceitos iniciais da medicina registrados por Hipócrates (460-

370 AC): “Deixe o alimento ser o seu remédio e o remédio seu alimento”. O pai da Medicina

já possuía à época uma aguçada percepção de que hábitos alimentares desregrados ou

irregulares poderiam funcionar como gatilhos que desregulam o organismo, causando

doenças. Por outro lado, teve a percepção de que o consumo dos alimentos certos poderia

reequilibrar o organismo, gerando saúde.

 

 

O resgate desse conceito, mais recentemente ocorreu no Japão, nos anos 1980, por

incentivo do Ministério da Saúde e Bem-Estar. Nos anos 1990 o Japão criou uma categoria de

alimentos denominada FOSHU (Foods for Specified Health Use), para promover o uso de

alimentos que pudessem gerar mais saúde à população. Nos anos 1995 este grupo de

alimentos passou a ser chamado de Alimentos Funcionais, e foram assim definidos pelo ILSI

(International Life Science Institute): “Alimentos Funcionais são aqueles que melhoram ou

afetam a função corporal, além do seu valor nutricional normal”. Assim, quando um

alimento possui Compostos Bioativos (nutrientes), pode-se utilizar o termo “nutracêutico”

sempre que este Composto Bioativo for disponibilizado para o consumo sob uma forma

farmacêutica (cápsulas, comprimidos, tabletes etc.), isto é, na forma de um suplemento

alimentar.

 

 

Apesar dos esforços para padronizar e regulamentar estes Alimentos Funcionais, um

importante ponto a ser considerado é a biodisponibilidade do Composto Bioativo, que, da

mesma forma que para os nutrientes em geral, pode variar de acordo com os alimentos

consumidos por cada povo, ou variar com o processamento do alimento para transformá-lo

em produto alimentício. Assim, o uso de nutracêuticos para suplementação alimentar é mais

adequada e segura por ser possível monitorar a quantidade de CB (nutriente) que uma

pessoa irá consumir diariamente.

 

 

Para finalizar, conheça alguns alimentos funcionais que estão sendo estudados e suas

finalidades: 1) TCM – Triglicerídeos de Cadeia Média – ação sobre o controle do colesterol,

prevenção de doenças neurológicas (Parkinson e Alzheimer, por exemplo), redução dos riscos

para DCV (doença cardiovascular) e ação antioxidante, importante para prevenção da

formação de radicais livres, que se relacionam com o cancêr; 2) os ácidos graxos da família do

ômega 3, redução do risco de DCV, integridade do sistema nervoso Central (75% da bainha de

mielina dos neurônios contém gordura), além de também possuir efeito antioxidante,

prevenindo contra o câncer.

 

——————————————-

Fontes consultadas:

BINNS, N. & JOHN HOWLETT- Functional Foods in Europe: international developments in

science and health claims. Eur.J.Nutr. 48 (Suppl): S3-S13,2009.

Rua Princesa Isabel – 1236 – Maringá/PR – Fone: 44 4141-7500

mastereditora@mastereditora.com.br

BERNAL, J. et al. Advanced analysis of nutraceuticals. J.of Pharm.Biom.Analysis. 55; 758-

774, 2011.

SCALBERT, A. ET al- Databases on Food phytochemicals and their health –promoting effects.

J.Agric.Food.Chem. 59; 4331- 48, 2011

ZEISEL, S.H.- Regulation of nutraceuticals. Science 285:1853-55,1999.

 

——————————————-

Texto: Prof. Dr. Mário Neto, Farmacêutico e Bioquímico pela FCFRP-USP, habilitado em Analises

Clínicas, Toxicológicas e Bromatológicas; Mestre e Doutor em Farmacologia pela FMRP-USP – Editor-

Chefe Master News.

http://www.masternews.com.br/omeprazol++uso+irracional+pode+comprometer+sua+saude/1420

Assine nossa newsletter para receber dicas, informações, vídeos e entrevistas diretamente em seu email!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *