Suplementos de minerais

Quando é preciso tomar suplementos de minerais?

Os minerais são substâncias bastante peculiares: não possuem origem orgânica e não se transformam em energia para o organismo – como é o caso das vitaminas e proteínas.

Eles possuem um equilíbrio muito delicado no corpo humano e estão presentes em fontes diversificadas. Para nossa sorte, o fato de estarem distribuídos em diversos alimentos aumenta as chances de que seja possível consumi-los de forma mais ampla. Uma alimentação bem balanceada, geralmente dá conta de suprir nossas necessidades mais básicas deles. Mas e quando precisamos tomar suplementos de vitaminas e minerais? Vamos falar sobre esse assunto no texto de hoje. Confira!

A importância dos minerais

Vários minerais reunidos em uma cápsula de suplemento

Um grupo considerável de minerais, longe de ser prejudiciais à saúde, são essenciais. Estudos sobre eles têm um espaço importante na atualidade, pois também são capazes de ajudar em muitos problemas de saúde e suprir deficiências de consumo.

Por estarem bem distribuídos nos alimentos, também são mais difíceis de serem processados. Aí vai um exemplo. Apenas uma média de 10% do Ferro presente no feijão é efetivamente utilizado pelo corpo. O resto é dispersado pelo suor, pela urina e fezes. Seu consumo excessivo também pode causar alguns problemas colaterais, mesmo dada sua baixa absorção pelo organismo.

Justamente por esse fator, é difícil precisar o consumo necessário de cada mineral no corpo de uma forma geral.

Converse com seu médico

Mulher de costa em consulta médica

Cada corpo trabalha com suas particularidades. Não é raro que haja uma carência ou hiper-absorção congênita de algum mineral. Tudo isso pode causar um desbalanceamento que, apesar de ser difícil de constatar sozinho, não é tão difícil sentir seus efeitos.

Exames relativamente simples podem determinar e comparar o agrupamento de minerais no corpo. É possível não só detectar a carência mineral como também detectar minerais tóxicos ou em quantidades tóxicas. Seu médico, comparando junto de outros exames, é capaz de dar um diagnóstico mais adequado. Também é possível buscar alternativas oportunas para tratar algum ocasional problema.

O magnésio, por exemplo, é aconselhável para tratar o enrijecimento muscular, seja em atletas ou em pessoas que ficam muito tempo acamadas, ajudando a evitar a dor e a fadiga.  Pode também ajudar a complementar tratamentos com medicamentos processados.

A suplementação

Mulher tomando suplementação de minerais

A suplementação guiada por tutela médica busca manter um equilíbrio, suprir carências, aproveitar efeitos positivos dos minerais e aliá-los à tratamentos e prevenção. Uma vez que a absorção de minerais ainda não é uma unanimidade no consenso médico, o acompanhamento nutricional, além de aumentar a qualidade de vida do paciente, indicará dietas que potencializem a absorção dos minerais necessários sem desperdícios ou danos.

Suplementações que associam vitaminas e minerais são compostas para fins específicos e praticamente não possuem contraindicações. São balanceadas e dosadas para não causar excessos no organismo e têm combinações que se aliam para tratar e/ou fortalecem algum aspecto, como as populares Pill Foods –  que suplementam o fortalecimento dos cabelos e unhas, unindo os complexos B ao Ferro, Silício e Zinco.

Entendendo alguns dos minerais e suas associações em suplementos

Minerais importantes

  • Cálcio

O cálcio é fundamental para os ossos e, indiscutivelmente, é o mineral mais lembrado e mais consumido. Além de fortalecer os ossos, seu consumo é ótimo na prevenção de problemas, como hipertensão arterial e no intestino.

Além dos laticínios, é possível consumir uma base de cálcio através de verduras de folhas escuras, como brócolis e através de sardinhas.

Junto do Magnésio, potencializa a absorção de nutrientes para a estrutura óssea, prevenindo fadigas e problemas de calcificação nos ossos.

  • Ferro

O Ferro melhora a oxigenação do sangue, distribuindo mais energia para os tecidos do corpo. Consequentemente, aumenta-se a energia acumulada e combatendo a oxidação. Sua carência causa anemia, apatia e fadiga.

A carne vermelha, o feijão e outros vegetais verde-escuro são ricos em ferro.

Muitos suplementos anti-oxidação e de preservação da saúde arterial contra o colesterol são ricos em Ferro.

  • Zinco

Outro aliado importante do sistema imunológico é o Zinco, um supressor natural dos radicais-livres, que causam a oxidação das moléculas. Geralmente está associado junto de outros minerais fundamentais e de proteínas, como o Colágeno, pois potencializa os efeitos da vitamina D. Ambos são fundamentais para a saúde da pele, e fortalece o poder de cicatrização e imunização dos tecidos.

O Zinco pode ser consumido numa quantidade menor e, justamente por ajudar a potencializar outros nutrientes, geralmente é associado a eles. Castanhas e frutos do mar costumam ser ricos neste mineral.

Produtos e alimentos saudáveis

Óleo de coco e Sal rosa do himalaia

Há alimentos e compostos capazes de sintetizar mais minerais e que podem ser usados na culinária. É o caso do Sal do Himalaia que, usado sem excessos, tem uma concentração adequada de um grande número de minerais necessários para nosso corpo.

Outros produtos já muito populares, como Óleo de Coco que, além de termogênico, aumenta o processo metabólico e ajuda a fixar e processar minerais.

Gostou das nossas dicas? Compartilhe nas redes sociais! E não deixe de visitar o site da NutriGenes.

Assine nossa newsletter para receber dicas, informações, vídeos e entrevistas diretamente em seu email!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *