Qual é o seu bem mais valioso?

Pode ser que essa pergunta o leve a pensar em itens materiais (carros, casas, joias, dinheiro, objetos de decoração, etc). Só que, por mais que estas coisas valham, elas não se constituem no seu maior patrimônio. A resposta ao título acima é: sua saúde. E o valor de um organismo saudável, funcionando em harmonia, otimizado, é incalculável.
Daí vem outro questionamento, como fazer para manter esse bem valiosíssimo protegido? Como a saúde é sistêmica, ou seja, vários fatores concorrem para que ela exista plenamente, os cuidados também devem abranger o todo, diversos aspectos. Vamos à alguns deles:
Alimentação 
Consideramos esse o aspecto mais importante, pois como disse Hipócrates, Pai da Medicina, “que seu alimento seja seu remédio e que seu remédio seja seu alimento”. Ingerir nutrientes de qualidade é garantia de manutenção da saúde. E aqui está o segredo: é importante nos nutrir e não simplesmente nos alimentar. Qual a diferença? Ao comer alimentos ricos em vitaminas, minerais, proteínas, aminoácidos, ácidos graxos, etc, estamos enviando ao nosso organismo o que ele precisa para nos manter saudáveis. Ao nos alimentar, sem levar em conta isso, podemos até nos sentir saciados momentaneamente, todavia ficamos com carência nutricional e, com o tempo, doenças podem se manifestar. Isso nos leva a concluir que devemos fugir dos produtos industrializados e processados, repletos não de nutrientes e de composições nocivas ao nosso corpo. O que você tem colocado em sua mesa? Nutrientes ou produtos industrializados? Tem se preocupado com a quantidade ou com a variedade? Cereais, frutas, verduras, legumes (livres de agrotóxicos) tem feito parte de sua dieta ou não? Lembre-se da afirmação de Hipócrates, acima. Ah, evite o açúcar, pois além de viciante, só nos faz mal.
Suplementação
Por mais que fiquemos atentos para as indicações acima, infelizmente, não conseguimos fornecer ao nosso organismo, todos os nutrientes que ele necessita. Até porque em decorrência da correria e das exigências diárias, nem sempre temos tempo para observar isso. Há dias que nem conseguimos almoçar direito, não é mesmo? Assim, para evitar problemas originados pela falta de nutrientes, a suplementação se apresenta como uma opção para que a nossa saúde seja mantida. Nas quantidades adequadas (preferencialmente, sob orientação de um profissional de saúde de confiança) e desde que sejam de qualidade, os chamados nutracêuticos podem ajudar no cuidado e na proteção de nossa saúde. Fortalecem ossos, músculos, melhoram o funcionamento dos vários órgãos e nossa fisiologia corporal. Você já começou a fazer uso de multivitamínicos, ômega 3, compostos minerais como o cálcio, magnésio e outros suplementos?
Atividade física 
Nesse trabalho sistêmico, fazer caminhadas, correr, andar de bicicleta, nadar, frequentar academias, praticar esportes regulares, ou seja, movimentar-se é fundamental. A atividade física, além de ajudar no controle do peso corporal, ajuda no melhor funcionamento dos sistemas cardiovascular e respiratório, controle do colesterol e triglicerídeos, no funcionamento intestinal, fortalecimento muscular e ósseo, libera substâncias que fazem bem ao cérebro como endorfinas, colabora para diminuir o estresse, auxilia na otimização das funções cerebrais, além de muitos outros benefícios. É importante que se mantenha a frequência diária, com duração mínima de 30 minutos.
Controle do peso
A obesidade é hoje um problema de saúde pública mundial. O excesso de peso traz consigo a oportunidade de manifestação de várias doenças como diabetes, problemas cardíacos, câncer, AVC, etc, além de ocasionar a perda da qualidade de vida e até mesmo da autoestima. Portanto, não deixe o seu peso fugir do controle. Se a balança acusar, procure orientação e recupere a forma. Quanto antes prestar atenção a isso melhor. Afinal como dizem alguns especialistas, todo obeso um dia foi um magro que esqueceu de se cuidar.
Beba água
E aqui não valem outros líquidos, ok? Deve-se ingerir pelo menos 2 litros de água diariamente. Preferencialmente, com pH alcalino superior a 7,5 e entre 8 e 10, pois trarão muito mais benefícios ao nosso organismo. Hoje existem filtros que proporcionam à água da torneira alcançar esse pH. Por falar em líquidos, evite refrigerantes e bebidas adocicadas, eles são verdadeiros venenos que destroem a sua saúde.
Mantenha as emoções em dia 
Estresse e descontrole emocional também são inimigos da boa saúde. Assim, fazermos uma boa gestão de nossas emoções, evitando sentimentos nocivos, raiva, negativismo, tristeza, etc, é essencial para que tenhamos mais qualidade de vida. Leve o seu dia a dia com mais descontração e bom humor. Mesmo em meio às situações difíceis, mantenha a calma.
Fuja do álcool e do cigarro
O tabagismo e o álcool estão relacionados a doenças como problemas respiratórios, de coração, cerebrais, fígado, câncer, impotência sexual, úlceras, etc. As substâncias contidas nesses produtos são altamente prejudiciais e jamais deveriam entrar em nosso corpo. Se você fuma ou bebe, pense a respeito e mude. Se perceber que não consegue sozinho, procure ajuda.
Procure sempre seu médico de confiança
O seu médico é o profissional mais indicado, quando perceber que algo não vai bem com você. Não se automedique ou faça diagnóstico por si próprio. Hoje, existem vários que fazem, inclusive, um trabalho preventivo, dando atenção à manutenção da saúde e não tratando a doença.
Fernando Beteti
Jornalista Especializado em Saúde
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *